Sexta, 10 de Julho de 2020
banner_top_2
Notícias
Liga Inan: Melhorar o acessso a cuidados maternos em Timor Leste
Sexta, 17 Abril 2015 09:00

Health Alliance International e Catalpa International anunciam parceria com a Timor Telecom para apoio ao projeto de mHealth Liga Inan


Em 24 de outubro, a Health Alliance International (HAI) e a Catalpa International assinaram um acordo com a Timor Telecom (TT) no âmbito do apoio ao projeto Liga Inan.

Liga Inan é um programa de mHealth que utiliza a tecnologia móvel para ligar mulheres grávidas a entidades que prestam serviços de saúde em Timor Leste, por forma a aumentar a probabilidade de uma gravidez e nascimento de bebés saudáveis.

Este projeto, fundado pela USAID, foi lançado oficialmente no distrito de Manufahi, em março de 2013, pela HAI e a Catalpa International, em parceria com o Ministério da Saúde. A aplicação móvel utilizada pela Liga Inan foi desenvolvida pela Catalpa International, uma empresa de desenvolvimento de serviços e software, que fornece soluções simples e inovadoras, em regiões em vias de desenvolvimento. O serviço da Liga Inan envia um SMS com conteúdos relacionados com a saúde, duas vezes por semana, para as mulheres grávidas inscritas no programa e facilita, ainda, o contacto entre grávidas e mulheres em fase de pós-parto, com as suas parteiras, através de um contacto telefónico regular.

“Uma das razões porque concluímos que as mulheres não tinham o parto com parteiras profissionais era porque o contacto entre ambas era tão breve que não permitia criar um sentimento de confiança”, afirmou Che Katz, diretora da HAI em Timor Leste. “Para além disso, havia também muita informação sobre como ter uma gravidez saudável, que não era transmitida às futuras mães durante as curtas consultas pré-natais.”

Em junho de 2014, o Governo Australiano concedeu financiamento ao projeto Liga Inan, o que permitiu a expansão para mais dois distritos, Liquiçá e Aileu. Até à data, mais de 2877 mulheres entraram no programa. E é nesta fase de crescimento do projeto que a Timor Telecom entra no programa, patrocinando as comunicações e permitindo uma maior fiabilidade na entrega dos SMS e a escabilidade do projeto.

O programa de mHealth da Liga Inan é o primeiro no género em Timor Leste e tem como objetivo principal melhorar a qualidade dos partos. Os resultados do piloto realizado no distrito de Manufahi são promissores, com aumentos muito significativos no número de mulheres com acesso a cuidados de saúde pré-natais.

“A distância e a falta de informação são as principais razões que mantinham as futuras mães sem acesso a cuidados de saúde. Esta parceria ajuda, não só, a diminuir a distância, mas também a permitir que a Liga Inan envie mais informação para mais mães”, diz Anders Hofstee, Diretor Executivo da Catalpa International. “Estamos orgulhosos do trabalho árduo das parteiras que usam os serviços da Liha Inan para se ligarem às respetivas comunidades. A Liga Inan não é apenas um serviço tecnológico, é também uma oportunidade de dar às parteiras um instrumento que as ajude a dar mais apoio às mães grávidas.”

Quando a Timor Telecom, o maior operador de telecomunicações em Timor Leste, com 12 anos de história, soube da existência do programa Liga Inan, contactou a HAI e a Catalpa para explorar a hipótese de apoiar o projeto. A TT está entusiasmada pelo seu patrocínio à Liga Inan e pela oportunidade de poder ajudar a melhorar a saúde e bem estar das mães e bebés timorenses.

“Estamos muito entusiasmados por entrar num projeto desta importância e dimensão. A TT apoiou desde sempre projetos de responsabilidade social e sempre teve um compromisso na melhoria do bem estar da sociedade timorense. O projeto Liga Inan personifica as orientações da TT no sentido de um desenvolvimento sustentável”, afirma Joaquim Manuel Capitão Amaro, CEO da Timor Telecom.

O patrocínio da Timor Telecom vai permitir o envio gratuito de milhares de SMS para as mulheres envolvidas no programa, com conselhos de como ter uma gravidez mais saudável. Esta relevante parceria entre a HAI, a Catalpa, a Timor Telecom e o Ministério da Saúde e a recente extensão do programa apoiado pelo Governo Australiano, vai permitir que a Liga Inan chegue a muitas famílias timorenses.